Hoje a Igreja celebra a festa de Nossa Senhora das Dores.

Nossa S. das Dores continua a ser um símbolo permanente na fé para os que sofrem e encontram nela uma fonte de solidariedade, consolação e esperança. Ao pé da cruz, Maria representa o povo messiânico que dá a luz os seus filhos e filhas, a comunidade do discípulo amado que continua a missão de Jesus. Como diz o Evangelho de Jo 19,25-27: Perto da cruz de Jesus, permaneciam de pé sua Mãe, a irmã de sua mãe, mulher de Cléofas e Maria Madalena. Jesus viu sua mãe e, ao lado dela, o discípulo que ele amava. Então disse à mãe: Mulher, eis o teu filho! Depois disse ao discípulo: Eis a tua mãe! E dessa hora em diante, o discípulo a recebeu em sua casa.

Nossa Senhora das Dores, é a mulher forte, aquela que acompanhou o Filho durante toda a sua vida até ao Calvário. Ela preservou de pé diante da cruz É inteiramente solidária, identificada com a dor, submersa no silêncio. É dor “serena” porque sustentada pela fé. Ao pé da cruz, Maria é apresentada como discípula ideal no seguimento de Jesus. Nela, nos inspiramos para sermos os verdadeiros(as) discípulos(as) de Jesus. É Jesus Cristo ressuscitado o crucificado a quem Maria nos faz encontrar e assim podemos experimentar o seu amor e a sua misericórdia.Nossa-Senhora-das-Dores

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.