Hoje em dia, quem não passa por ansiedade? E é praticamente impossível nossa ansiedade não afetar os que convivem conosco. Por isso, é bom parar e pensar se não estamos prejudicando demais a vida dos nossos.

A ansiedade chega e pode ser o resultado de algum medo, receio de algo que pode vir a acontecer.

E o interessante é que pode ser algo que já experimentamos dos nossos pais e que hoje reflete em nossa vida adulta. Vamos cortar essa corrente?

Se perceber que anda ansioso e se estressando demais com seus filhos, procure ajuda médica e não deixe de lado a vida de oração.

Devagar tudo pode encontrar o devido lugar em sua vida e sua família.

Fonte: Paula Guimarães

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.