Nesta quinta-feira, 18, no Brasil, celebra-se o Dia de Combate ao Álcool. De acordo com dados do Governo Federal, a dependência de álcool, droga mais popular, atinge 12% dos adultos brasileiros e responde por 90% das mortes associadas ao uso de outras drogas. 

O uso contínuo do álcool pode causar muitas doenças, segundo afirma o Instituto Nacional do Câncer (INCA), como doenças neurais, mentais, musculares, hepáticas, gástricas, pancreáticas e entre elas o câncer. Isto sem falar nos problemas sociais que estão associados à ingestão de bebidas alcoólicas: acidentes de trânsito, homicídios, suicídios, faltas ao trabalho e atos de violência.

Mas o que leva alguém algo estado de dependência alcoólica? Segundo o psiquiatra Nilton Yrio, existe no nosso organismo uma região chamada “sistema de recompensa”, é uma região cerebral responsável pelas sensações prazerosas, ou seja, se uma ação dá prazer, a tendência é repetir aquele ato. “O neurotransmissor responsável por estas sensações de prazer é chamado de ‘dopamina’, e o álcool aumenta o estímulo deste neurotransmissor mais do que o natural”.

Logo, explica o especialista, cada vez que o indivíduo bebe, a liberação da dopamina vai ficando mais intensa e o organismo tende a querer repetir, em doses maiores, as sensações prazerosas causadas pelo uso frequente do álcool. Daí surge a dependência química.

Fonte: http://noticias.cancaonova.com/no-brasil-data-alerta-para-os-males-do-alcool/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.